• BRIDJE

Como os impostos encarecem os produtos?

Atualizado: 14 de Out de 2019

Uma pesquisa realizada pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação) revelou que, em média, o brasileiro trabalha 5 meses do ano apenas para pagar impostos — ou seja, durante 5 meses o cidadão trabalha para o governo.


Impostos não são apenas aqueles valores que pagamos formalmente uma vez por ano, como IPVA, IPTU ou IR. Existem impostos embutidos em praticamente todos os produtos comercializados no país. Nem uma garrafa de água é isenta. Cerca de 13% do seu valor é pago em ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), e outros 20% em demais tributos. Para citar mais alguns exemplos, 72% do preço de um videogame é pago ao governo; do preço da cerveja, 42%; óculos de sol são tributados em 44%.


Verifique as notas fiscais

Desde 2013, todas as notas fiscais emitidas no país devem detalhar quanto do preço pago corresponde a tributos direcionados ao governo, assim como mostrado na imagem abaixo.


Você sabia que 74% dos consumidores não sabe quanto paga em tributos por um produto? Fonte: Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL)

Na foto acima, pudemos ver que 40,35% do preço foi pago em tributos (R$ 116,56 em uma compra de R$288,90).


Dizemos tributos porque nem tudo o que é pago ao governo é propriamente chamado de imposto. Imposto, na verdade, é uma espécie de tributo. Outras espécies são as taxas e as contribuições. E elas também conseguem encarecer o produto.


Segundo a Petrobrás, o COFINS (Contribuição Social para o Financiamento da Seguridade Social), junto com alguns outros tributos, representa 15% do valor da gasolina!


Mas o maior vilão para o alto preço da gasolina é o ICMS. Ainda segundo a Petrobrás, ele representa 29% do que é pago pelo consumidor final. Fazendo as contas, concluímos que pelo menos 44% do preço da gasolina é pago ao governo. Veja a imagem abaixo.



Fonte: Petrobrás

Nós já escrevemos um artigo sobre o preço da gasolina. Você pode acessá-lo clicando aqui.


Campanhas para chamar atenção ao problema tributário

Segundo o Impostômetro, o Governo Federal já arrecadou mais de um trilhão de reais em tributos neste ano — e ainda nem chegamos à metade dele.


O sistema tributário brasileiro é um dos mais onerosos e complicados do mundo. O Banco Mundial coloca o Brasil em 109º lugar num ranking cujo critério de classificação é a facilidade em se fazer negócios. O fato é que, no Brasil, existem muitos impostos diferentes — e eles são muito caros. Às vezes é difícil entender como nosso sistema funciona.


Nesta época do ano, para comemorar o fim dos 5 meses de trabalho para pagar o governo, muitos comerciantes realizam campanhas para divulgar o problema. Alguns postos vendem gasolina a R$ 2,50 (diminuem o preço em 44%, que corresponde aos tributos incidentes) e bares diminuem o preço da cerveja pela metade (42% a 68% do seu valor é tributado, dependendo do tipo da bebida).


Para ver uma lista extensa de produtos e seus tributos incidentes, clique aqui.


Tenha o costume de analisar as suas notas fiscais para notar quanto você paga em tributos ao governo. É importante saber que pagamos impostos em todas as operações comerciais. Assim, damos ainda mais valor às cobranças que fazemos sobre o uso do dinheiro público.

10 visualizações
CONTATO:

      (41) 99256-9800​

info@institutobridje.org

Clique aqui para cadastrar seu escritório de advocacia e realizar as demandas jurídicas do instituto.

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Preto Ícone LinkedIn
  • YouTube - Black Circle